sábado, 26 de setembro de 2015

Teatro Geral - Tv possível

">">

sexta-feira, 6 de março de 2015

Livro completo

Barreiras entre água e fogo ( via wattpad )
Pessoal, o link abaixo os levará a uma viagem apaixonante :

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Texto teatral

                                                  A consciência mata
                                                     
                                                     Larissa Gomes
Gênero: Drama Psicológico

Personagens: Henrique- Homem que criticava o mundo e as pessoas, mas agia igual a elas.

Consciência- A dona da verdade e dos pensamentos de Henrique.

Figurino: Henrique- Blusa listrada (branco e preto) , e calça jeans.

Consciência- Vestido longo marrom, cabelo solto partido no meio. Dica de maquiagem: Batom e sombra de cor marrom.

Cenário: Uma prisão (efeito de iluminação, foco em cada ator: direita e esquerda do palco)

Obs.:  Os atores falam olhando para um ponto fixo na platéia.

Cena Única

( Os focos acendem revelando Henrique e sua consciência)

Consciência: Que decepção! Olha aonde você veio parar! Encarcerado como um ratinho de laboratório. Que hipocrisia! Você quer era contra tantas coisas e pessoas erradas, acabou ficando igual a elas. Ou melhor... Sempre foi!!

Henrique: Pare! Já chega!

Consciência: Não nem mais jeito. Agora eu peso na sua cabeça! Eu tenho pena de você. Você que sempre foi a favor do meio ambiente, jogava bituca de cigarro no chão quando ninguém estava vendo. Que feio,Henrique! Que feio!Achou mesmo que ninguém estava vendo? Eu estava vendo. Eu! (gargalha)

Henrique: Não é verdade! Não é verdade!

Consciência: Pare de mentir para si mesmo! Sempre foi contra as drogas, mas era viciado na adolescência. Não era?

Henrique: Eu consegui superar!!

Consciência: Conseguiu? Não, não conseguiu. Sua família estava tão feliz contigo por sua superação. E você fumando às escondidas. Porque ninguém estava vendo... Como você se enganou!Eu sou parte de você, estou dentro de você. Só tem uma forma de sair disso de uma vez por todas! ( ela tira uma faca ao mesmo tempo que ele)

Henrique: Eu quero me libertar de você!

Consciência: E você vai!Só tem uma coisa que ainda vai com você. Seus erros! E saber que está fazendo tudo isso por peso na consciência! ( Henrique ergue a faca ao mesmo tempo em que sua consciência prepara a faca em direção à um ponto fixo)

Consciência: A consciência esta te matando Henrique!

Juntos: A consciência mata!

(Henrique se mata, enquanto a consciência enfia a faca em um ponto fixo à frente)

                                                     B.O